Tag Arquivo para Suspense

Inferno!

Inferno (2016) conta a história de Robert Langdon (Tom Hanks), que acorda em um hospital em Florença. Ele não consegue lembrar dos últimos dias, sendo assim, a médica Sienna Brooks (Felicity Jones) resolve ajudá-lo nessa empreitada.

Olha, eu vou ser bem honesta com vocês, eu já fui fã do Dan Brown, mas de tudo que eu li, o meu preferido era o Ponto de Impacto, que tem Rachel Sexton como protagonista. No entanto, o livro que deu origem a película em questão, eu não consegui passar dos primeiros capítulos. Sendo assim, eu não tenho como dizer se a obra é melhor que o filme, porque essa máxima já foi quebrada em Anjos e Demônios (2009), que trouxe dinamismo ao arrastado livro que o originou.

A película é cheia de cenas de ação que são boas e bem conduzidas, mas no geral eu achei bem fraco. É um daqueles filmes que você resolve assistir no domingo a tarde porque não tem mais nada passando na televisão. Eu não diria que a trama é previsível, mas com certeza não instiga mais a sua mente como O Código Da Vinci (2006), que era uma novidade na época.

O longa conta com a presença de um bom time de atores: Tom Hanks; Felicity Jones , que fez Rogue One (2016) e a Teoria de Tudo (2014); Omar Sy, que atuou nos Intocáveis (2011); e Irrfan Khan que fez As Aventuras de Pi, (2012) e Quem Quer Ser um Milionário (2008) .

O diretor é Ron Howard, que fez Anjos e Demônios (2009), O Código Da Vinci (2006), Uma Mente Brilhante (2001), O Preço de um Resgate (1996) e Apollo 13: Do Desastre ao Triunfo (1995). Como Roteiristas temos Dan Brown, o escritor do livro homônimo e David Koepp, que já trabalhou em filmes como A Janela Secreta (2004), Ecos do Além (1999) e  Missão Impossível (1996).

Resumindo, o filme até possui boas cenas de ação, mas ele é fraco. Eu acho que serve para distrair e ver belos marcos históricos europeus, nada mais.

Nota:

Desejo a todos outro filme de ação e muita pipoca!

 

Os Oito Odiados!!!!

Os Oito Odiados (The Hateful Eight, 2015) conta a história de oito forasteiros, que por ocasião de uma tempestade, acabam ficando presos em uma estalagem. Cada um possui histórias e objetivos diferentes. Difícil é saber em quem confiar.

Quando eu vi a sinopse desse filme eu já sabia que ele seria semelhante ao longa Cães de Aluguel (1992), não pelo enredo e si, mas pelos infinitos diálogos entre os personagens. Então, sinceramente, eu não estava com vontade de ficar três horas sentada no cinema. Não me entendam mal, eu adoro os diálogos bem elaborados dos filmes do Tarantino, só que eu não gosto da extensão que as vezes eles ganham dentro das cenas. Para mim, tem que ter um equilíbrio melhor entre as conversas e a violência, como em Django Livre (2012).

Agora vocês me perguntam: Tati, o filme é bom? E a minha resposta é SIM, o filme é bom sim, vale a pena assistir. O filme é bem violento, cheio de sangue, palavrões e morte. (E deve ser por isso que eu adoro o Tarantino, mas não se esqueça de tirar os pequenos da sala).

A película contou com a presença de um time de bons atores: Samuel L. Jackson, Kurt Russell, Jennifer Jason Leigh, Walton Goggins, Tim Roth, Michael Madsen, Bruce Dern e Channing Tatum. Samuel L. Jackson e Kurt Russel atuaram maravilhosamente bem, mas eu acho que não poderíamos esperar menos desses atores. No entanto, quem também teve uma ótima interpretação foi Jennifer Jason Leigh, que arrasou no papel de uma fora da lei (não dava mais para saber onde estava a atriz por trás de uma personagem tão impactante, por isso que ela foi indicada para ao Oscar 2016 na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante). A última consideração é a respeito de Walton Goggins, pois eu fiquei muito tempo olhando para esse ator até conseguir reconhecer que ele tinha feito a Venus Van Dam de Sons Of Anarchy.

Quentin Tarantino é o diretor e o roteirista do longa. Ele também já dirigiu Django Livre (2012), Bastardos Inglórios (2009), Kill Bill: Volume 01 (2003), Kill Bill: Volume 02 (2004), Pulp Fiction: Tempo de Violência (1994) e Cães de Aluguel (1992). E como curiosidade, Kill Bill: Volume 03 já foi anunciado, segundo o site IMDB, mas ainda está só no roteiro e não tem previsão para estrear nas telonas.

Resumindo, o filme é bom e vale a pena assistir. Uma coisa boa é que ele já está disponível no Netflix.  Então, tranquem as crianças no quarto assistindo a Peppa Pig e vá para a sala curtir esse filme “levinho”.

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_empty

Desejo a todos um bom filme e muita pipoca!!!!

 

Erased – A Cidade Onde Só Eu Não Existo (Boku Dake ga Inai Machi)!!!!!!!!!

Erased – A Cidade Onde Só Eu Não Existo (Boku Dake ga Inai Machi, 2016) conta a história de Satoru Fujinuma, um homem de 29 anos, que possui uma habilidade peculiar, ele consegue voltar no tempo alguns momentos antes de alguma fatalidade acontecer. Esse fenômeno recebe o nome de ”Revival”. No entanto, por uma sequência de fatos inesperados, ele acaba voltando 18 anos no tempo para evitar que uma grande tragédia volte a ocorrer.

Se você se amarra em um anime de suspense e investigação, então esse aqui é para você. Erased saiu esse ano e possui 12 episódios, pode parecer pouco, mas é o suficiente para você entrar nessa trama intrincada e ficar fissurado com o anime.

O diretor do anime é Tomohiko Itō, que também participou da produção de Sword Art Online, Silver Spoon (Gin no Saji) e Death Note.

Resumindo, vale muito a pena parar para assistir esse suspense!!!! Recomendadíssimo!!!!

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_full

Desejo a todos um excelente anime e muita pipoca!!!!!!

 

Truque de Mestre: O Segundo Ato!

Truque de Mestre: O Segundo Ato (Now You See Me 2, 2016) conta a história dos quatro cavaleiros, que estavam foragidos desde o primeiro filme. Eles ressurgem para desmascarar publicamente um gênio da informática, que pretende lançar um novo produto eletrônico que visa roubar informações confidenciais de seus usuários. No entanto, algo dá errado e eles acabam caindo em uma situação muito mais complicada.

Fui acompanhar meu marido na empreitada de ver esse filme no cinema. Confesso que o primeiro filme foi interessante, então não foi nenhum sacrifício ir ver a sequência dele. No entanto, fiquei um pouco decepcionada com o Truque de Mestre 2, vou dizer o porquê

-Primeiro porque substituíram a carismática atriz Isla Fisher pela Lizzy Caplan, sem que dentro do filme houvesse alguma explicação plausível. Eu gosto da Lizzy, mas ela não acertou no papel e com certeza foi uma péssima substituta, não sei se ela foi fraca ou se o papel era fraco demais.

-Segundo, colocaram o Daniel Radcliffe, que não acrescentou nada ao longa e eu acho super engraçado ele tentar se desvincular do papel de Harry Potter fazendo o papel de mágico no cinema, muito bom (só que não).

-Terceiro, o roteiro foi extremamente fraco e previsível. Até as mágicas eram previsíveis e os truques mais legais nem foram de fato explicados.

Depois de assistir o longa, eu e meu marido começamos um debate sobre o roteiro, ele adorou o filme e eu achei bem sem graça, tipo sessão da tarde. Eu acho que o problema é comigo, pois coloco muitas expectativas nas coisas, eu sempre vou esperando uma parada nova, algo interessante, mas no mundo cinematográfico isso é extremamente difícil, pois muitos dos roteiros são copiados e os originais não são os que fazem realmente sucesso, mas são sempre mais atraentes pra mim. Truque de Mestre 2 pegou uma receita básica e acrescentou como cobertura a Mágica, que é algo que atiça a curiosidade. É tipo um bolo de baunilha para o sucesso, que foi confeitado com granulado, Morgan Freeman e Michael Caine, mas ele não é o doce que você imaginava, é simplesmente um bolo de baunilha. Entendeu?

Contamos novamente com a presença de Jesse Eisenberg, Mark Ruffalo, Woody Herrelson, Dave Franco (Irmão do James Franco), Morgan Freeman e Michael Caine. Substituíram a Isla Fisher pela Lizzy Caplan, pois segundo o site Adoro Cinema, Isla não pode participar da sequência por causa de sua gravidez. Acrescentaram Daniel Radcliffe, Jay Chou (Kato do filme Besouro Verde, 2011) e Sanaa Lathan (Por um Triz, 2003 e Uma Coisa Nova: As Surpresas do Coração, 2006).

O diretor do longa é Jon M. Chu, que dirigiu G.I. Joe: Retaliação e Ela Dança, Eu Danço 2  e 3. Como roteiristas temos Ed Solomon, Peter Chiarelli, Boaz Yakin e Edward Ricourt.

Resumindo, o filme distrai, vai de prender do início ao fim, mas o roteiro é fraco e só as mágicas são realmente interessantes. Vale a pena você esperar sair na tv do que ir ao cinema só para ver esse longa. Se você está pensando que não tem como um filme com Caine e Freeman ficar ruim, então lembre-se que tem sim, é esse filme aqui!

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_emptystar_rating_emptystar_rating_empty

Desejo a todos um bom filme e muita pipoca!!!!

 

 

 

« Postagens Antigas