Arquivo para Séries

Gilmore Girls: Um Ano para Recordar!

 

 

Gilmore Girls: Um Ano para Recordar (Gilmore Girls: A Year in The Life,2016-) é a continuação da série Gilmore Girls que foi ao ar de 2000 a 2007. Essa nova série possui apenas quatro episódios. Vou ser honesta com vocês, não acho que vale a pena assistir se você não viu a série original, porque você não terá a mesma sensação de nostalgia que as pessoas que eram fãs e acompanharam cada episódio desde a adolescência.

A série original foi criada por Amy Sherman-Palladino e é sobre Lorelai Gilmore (Lauren Grahan), que ficou grávida na juventude. Rory (Alexis Blendel) cresceu com uma mãe muito nova e isso fez com que a ligação das duas fosse ainda maior, elas não são só mãe e filha, elas são amigas e por vezes a Rory tem atitudes mais maduras que a própria Lorerai. A série tocou o coração de muitas adolescentes que sonhavam em possuir uma ligação dessas com as respectivas mães. Esse foi o verdadeiro diferencial e o que fez que essa série se tornasse tão popular.

Os novos episódios da Netflix também possuem a mesma criadora e contam o que aconteceu com a vida das duas depois de tudo que rolou nas outras temporadas. Eu confesso que não sabia que o ator Edward Herrmann tinha morrido. Ele fazia o avô da Rory e a nova série do Netflix explora bastante essa falta que Richard fez na vida de todos, principalmente afetando a relação que a Lorelai tinha com a própria mãe.

Resumindo, a série nova está boa, foi nostálgico e tal, mas nada espetacular. Vale a pena assistir se você já era fã da série, mas se você nunca assistiu não comece pelo fim, pegue a série antiga e veja se ela te prende, aproveite que ela também está na Netflix .

Nota:

Desejo a todos uma boa série e muita pipoca!!!!

 

 

 

 

The Crown!

The Crown (2016-) conta a história da ascensão da Rainha Elizabeth II após a morte de seu pai Jorge VI na década de 50.

Eu estava bem animada com essa série nova da Netflix e ela não decepciona. Confesso que cheguei a ler uma crítica que dizia que The Crown seria uma mistura da sofisticação de Downton Abbey com a politicagem de House of Cards. Olha, vou ser bem honesta com vocês, eu não achei que tenha nenhuma característica das duas séries mencionas, porque The Crown visa desmistificar a Rainha Elizabeth que conhecemos, mostrando a jovem mulher por trás da realeza, com suas dificuldades e questões internas. Portanto, as três séries mencionadas são bem distintas.

O elenco escolhido é simplesmente incrível, pois temos Claire Foy, Matt Smith(Doctor Who da série Doctor Who, 2010-2014), Vanessa Kirby, John Lithgow (Dr. Dick Solomon da série 3rd Rock From The Sun 1996-2001), Jared Harris (Professor James Moriarty de Sherlock Holmes: O Jogo das Sombras, 2011) e Harriet Walter.

O criador da série é Peter Morgan, que também foi o roteirista do filme A Rainha (2006).

Resumindo, a série é boa e vale a pena assistir. Nós reduzimos a Rainha Elizabeth como aquela monarca que não tinha simpatia pela Princesa Diana, mas a série humaniza muito mais essa personagem histórica, mostrando uma mulher mais complexa e profunda do que imaginávamos.

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_emptystar_rating_empty

Desejo a todos uma boa série e muita pipoca!!!!

Obs: Aqui vai uma dica, se você tiver interesse de saber mais sobre o Rei Jorge VI, você pode assistir ao longa O Discurso do Rei (2010) com Colin Firth, Geoffrey Rush e Helena Bonham Carter.

BLACK MIRROR!!!!

Pode ser que você já tenha ouvido falar da série britânica Black Mirror, ou você pode ser como eu, que nem sabia da existência. Foi um amigo do meu marido que recomendou a série e eu acabei embarcando nessa nova aventura televisiva. Vou ser honesta com vocês, eu adorei, mas tenho uma enorme dificuldade de dizer sobre o que se trata. A série surgiu em 2011, cada episódio é uma história diferente, com atores e cenários distintos. Ela se passa em um futuro bem próximo e mostra como determinados avanços tecnológicos podem alterar o modo como vemos a vida e como isso também pode afetar nossas decisões e o nosso psicológico. A primeira coisa que você vai fazer quando assistir a série é se questionar: “Será que se eu tivesse no lugar do protagonista eu agiria assim? Será que tal atitude é certa? Isso pode ser tratado como tortura ou escravidão? O que pode ser considerado moral ou ético?”.

Algumas pessoas acham a série incômoda, perturbadora, aterrorizante, mas eu, honestamente, achei interessante, cativante e excessivamente instigante. A série poderia ser denominada como um Twilight Zone contemporâneo misturado com uma pitada de Stephen King. No entanto, o criador de Black Mirror é Charlie Brooker, ele é o roteirista e produtor. Eu confesso que fazia um tempo que eu não via algo tão bom e pretendo buscar outras trabalhos dele.

A série é bem curta e isso me agrada bastante, pois eu acho que séries longas são cansativas e acabam se perdendo no roteiro. A 1ª temporada tem 3 episódios, a 2ª temporada tem 4 episódios e a 3ª temporada possui 6 episódios. E segundo o site IMDB a 4ª temporada já tem previsão para sair em 2017, com mais 6 episódios.

Resumindo, Black Mirror é muito bom e vale a pena assistir. O melhor de tudo é que você o encontra disponível na Netflix. Estou doida pra terminar de assistir a 2ª temporada, pois estão dizendo por ai que a 3ª temporada está absurda!

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_half

Desejo a todos uma excelente série e muita pipoca!!!!

 

Stranger Things (2ª Parte)!!!!

A minha primeira postagem sobre Stranger Things foi baseada no primeiro episódio da série e este post em questão vai falar sobre a minha impressão depois de ter assistido absolutamente todos os episódios.

Vale a pena assistir, pois o thriller é mais complexo do que parece e o roteiro me surpreendeu bastante pois é difícil deduzir o que vai acontecer na cena seguinte. Resumindo, ele consegue fugir do lugar comum das séries da atualidade.

Embora aos Irmãos Duffer tenham feito uma miscelânea de estilos de diretores conhecidos, como eu disse no primeiro post, mesmo assim eles conseguiram conduzir bem a história trazendo originalidade ao roteiro.

Fiquei surpresa como os papéis da Winona Ryder e David Harbour, porque a atuação dos dois foi incrível e eles conseguiram desenvolver muito bem os personagens. Winona é uma atriz antiga e há muito tempo eu não a via fazer um papel complexo assim, fiquei muito feliz em vê-la  se reerguer depois desse hiato cinematográfico. No entanto, David Harbour é um ator com uma carreira mais nova, ele possui aquele rosto de coadjuvante, ou seja, você conhecia ele de algum filme ou série, mas ele nunca foi o principal. Nessa série em questão Harbour conseguiu se destacar primorosamente e com certeza eu vou ficar de olho nos próximos trabalhos dele, como o personagem Dexter Tolliver, que ele vai interpretar em Esquadrão Suicida.

A série só possui 8 episódios e isso é um ponto positivo para mim, pois eu adoro séries curtas e cativantes. Ela se desenvolveu muito bem nesses poucos episódios, o que eu achei suficiente. Existe material pra uma continuação? Claro que sim, (aliás segundo o site Jovem Nerd, a série já foi renovada), mas eu acho que uma segunda temporada sobre a mesma história seria demais e cansativa. Sendo assim, eu acho que cada temporada poderia vir com um roteiro novo, uma história nova em outra cidade, com outros elementos e personagens, como ocorre em American Horror Story. No entanto, como meu marido disse, se for outra história seria bem legal trazer personagens da primeira temporada como o Delegado Jim Hopper (David Harbour).

Resumindo, a série é muito boa, vale muito a pena assistir. Ela ganha mais uma estrela e meia, pois conseguiu me surpreender positivamente.

Nota: star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_empty

Desejo a todos um boa série e muita pipoca!!!!!

« Postagens Antigas Postagens Recentes »