Arquivo para 26 de maio de 2016

X-MEN : APOCALIPSE!!!!

X-Men: Apocalipse (X-Men: Apocalyse, 2016) continua a contar a história do desenvolvimento de cada integrante do grupo, ou seja, mostra todos os pontos importantes que fizeram com que eles se tornassem os X-Men que conhecemos desde a nossa infância. No filme em questão, temos a aparição do En Sabah Nuh/Apocalipse (Oscar Isaac), uma entidade do Antigo Egito, que teria sido o primeiro mutante e é dele que teria se originado dos os outros. Apocalipse ressurge em um mundo controlado por humanos e não pelos mutantes, sendo assim, ele resolve reestruturar todo o planeta Terra.

Não sei se vocês perceberam, mas ultimamente a maioria dos filmes que estão sendo lançados são da Marvel e da DC Comics. Então, embora esse fato deixe todos os nerds em êxtase, em contrapartida isso acaba me repelindo de ir ao cinema, porque eu não sou fã de super heróis e nunca li nenhum das histórias em HQ. Resumindo, eu tenho que ser honestas com vocês, não posso escrever com profundidade sobre o assunto porque eu sou leiga no negócio. Eu tenho a sensação que toda hora surge um super herói novo, só que descubro que ele é antigo pra caramba e que tem toda uma história absurda ligando todos em uma sociedade de super heróis que defendem a humanidade. Pode ser que esse problema aconteça só comigo, mas eu fico louca com toda essa confusão.

Você pode estar se perguntando: Cadê o post sobre Batman vs. Superman e Guerra Civil? Pois é, pode procurar a vontade no site, porque eu não escrevi nada sobre os longas, pelo simples fato de que eu não os vi. Eu não me animo pra ir ao cinema ver esses filmes, ao contrário do meu marido que foi ver sem mim. Então, eu não posso falar de um filme que eu não vi, porque estaria enganando vocês, no entanto, meu marido adorou Guerra Civil e achou um saco o Batman vs. Superman, fica a dica.

Voltando para o resenha sobre o novo filme do X-Men, na visão de uma leiga no assunto, eu achei o longa muito bom. As cenas de ação são muito boas, a fotografia do filme ficou espetacular, a comédia foi adicionada na medida e a interligação dos fatos numa linha histórica tá super bem conduzida. Tipo, você sai do cinema falando: “Ah então fulano é assim, porque aconteceu isso no passado”. Entendeu? A história está bem amarrada.

A atuação de todos os atores foram ótimas. James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence e Nicholas Hoult trabalharam muito bem, mas eu destacaria a atuação de Oscar Isaac como Apocalipse. Eu passei o filme inteiro pensando: “Quem é esse ator que fez o Apocalipse!?” Só agora que eu vi o perfil do Oscar Isaac no IMDB e é engraçado, porque nem parece que é ele no X-Men. Isaac fez o Poe Damaron no Star Wars: O Despertar da Força.

O diretor do longa é Bryan Singer, que dirigiu a maioria dos filmes da sequência dos X-Men, bem como Operação Valquíria (2008) e Os Suspeitos (1995). Os roteiristas do longa foram Simon Kinberg, Michael Dougherty, Dan Harris e o próprio Bryan Singer.

Resumindo, se você não quis ler tudo o que eu escrevi e pulou direto para essa parte, eu só digo uma coisa, vale a pena você gastar o seu dinheiro e ir ao cinema para assistir esse longa. Eu vi no Cinemark (em 3D), eu acho que se eu tivesse visto em 2D não teria feito muita diferença. Eu, sinceramente, não sei como funciona o esquema dos filmes 3D, se ele pode variar de cinema pra cinema, mas se na sua cidade tiver uma sala absurda, talvez seja legal você ver o X-Men em 3D. Então galera, vale a pena ver o longa!

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_empty

Desejo a todos um bom filme e muita pipoca!!!!!!

 

Feliz Dia das Mães!!!!!!!

Olá pessoal! Feliz dia das Mães!!!! Nada melhor do que curtir esse domingo gostoso ao lado dessa mulher maravilhosa, que aturou todas as nossas confusões, que falou milhões de vezes as mesmas coisas até que isso começasse a fazer sentido na nossa cabeça. O que ela não sabe é o quanto sentimos sua falta, pois as roupas não ficam magicamente limpas e cheirosas, você chega em casa e a única comida que tem é miojo e quando ficamos doentes, é sempre ela que chamamos inconscientemente.

O fato é que ela nos criou para seguirmos na vida, mas nunca nos avisaram como esse caminho é tão difícil sem ela ao nosso lado 24h por dia. Quem sabe hoje seja o dia, aquele dia que você fica adiando, que tal ligar para sua mãe e reconciliar todos os problemas mal resolvidos que ainda existem? Vai lá, dê um pulo na casa dela, abrace com sua alma e diga que a ama, dizer que ama alguém nem sempre é uma tarefa fácil, mas essas simples palavras podem movimentar o mundo em um sentido completamente diferente. Às vezes você pode não ter tido a oportunidade de conhecer sua mãe, mas a pessoa que o criou com todo o carinho do universo precisa todos os dias de um abraço. Agora, se você, infelizmente, não tem mais a chance de abraçá-la, não fique triste, pense em todas as lembranças boas que existem e imagine que onde ela estiver, vai estar orgulhosa dessa pessoa que você se tornou.

Desejo a todos um feliz dia das mães, não só hoje, mas todos os dias!!!!

Aqui vai a lista de alguns filmes bacanas para assistir nesse dia:

Divinos Segredos

Minha Mãe é Uma Peça

Um Sonho Possível

Lado a Lado

As Pontes de Madison

O Que Esperar Quando Você Está Esperando

Uma Prova de Amor

O Quarto de Jack

Joy: O Nome do Sucesso

Divã 

Erin Brockovich – Uma Mulher de Talento

Minha mãe é uma viagem

 

Casamento Grego 2!!!!

Casamento Grego 2 (My Big Fat Greek Wedding 2, 2016) conta a continuação da história de Toula (Nia Vardalos) e Ian (John Corbett), que precisam superar a rotina do casamento e os conflitos de sua filha adolescente. No entanto, a trama tem um foco maior para o fato dos pais de Toula descobrirem que nunca foram casados, pois a certidão de casamento não foi assinada. Que confusão!

Quando eu vi que iria sair a continuação de um dos meus filmes preferidos, eu fiquei animada pra caramba. Não posso dizer que fiquei decepcionada com o longa, porque ele me tirou algumas risadas, no entanto, ele não correspondeu a tudo que eu esperava. Acho que eu fiquei um pouco triste por ver a Toula meio apagada, trabalhando no mesmo lugar por anos, presa na mesma confusão familiar e com uma filha adolescente. Eu não sei se vocês vão entender, mas no primeiro filme a personagem lutou tanto pela sua independência, para casar com o homem que amava, para fazer o curso que queria, ou seja, ela poderia conquistar o mundo ao lado de Ian, mas não, ela está presa nos mesmos conflitos. Isso me fez imaginar, será que ela deita a noite e pensa em tudo que ela poderia ter conseguido se tivesse seguido seus sonhos? Será que ela tinha realmente algum sonho? São conjecturas loucas, mas um longa pode ter vários pontos de vista, eu vi por esse ângulo.

Todos os atores foram incríveis no filme, eu amo a Nia Vardalos e Lainie Kazan, que faz Maria, a mãe de Toula. E não tem como não rir com a tia Voula, pois a atriz Andrea Martin é a comédia em pessoa. Sabe uma coisa que eu tinha em mente, mas nunca parei para constatar? Que o ator Joey Fatone, que faz o personagem Angelo, era de fato um dos cantores do N*Sync. Acho que no fundo eu sabia.

O diretor do longa é Kirk Jones e Nia Vardalos é a roteirista. Jones dirigiu o filme O Que Esperar Quando Se Está Esperando (2012). Nia também foi a roteirista do primeiro filme, Casamento Grego.

Resumindo, o longa é bom, tem muitas cenas engraçadas e com certeza você vai se distrair e passar o tempo. Eu acho que o primeiro filme foi melhor, mas não tira o mérito do segundo.

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_halfstar_rating_emptystar_rating_empty

Desejo a todos um bom filme e muita pipoca!!!!