A Visita!!!!!

A Visita (The Visit, 2015) conta a história de dois irmãos, Becca (Olivia DeJonge) e Tyler (Ed Oxenbould) que vão visitar os avós. A mãe deles (Kathryn Hahn) havia rompido os laços com a família há anos, mas os avós querem conhecer os netos e estes por sua vez não possuem nenhuma objeção. A filha mais velha resolve fazer da viagem um documentário sobre a família, mas coisas perturbadoras começam a acontecer.

Eu estou há semanas tentando falar sobre esse filme com vocês. Porque o diretor desse longa é M. Night Shyamalan, o mesmo que fez Sexto Sentido e A Vila, assim como uma porção de outros que não fizeram o mínimo sucesso e que acabaram destroçando aos poucos a reputação cinematográfica desse diretor. É claro que isso não influenciou em nada a minha vontade de ver A Visita e avaliá-lo.

Então o que eu posso dizer do filme? Ele me surpreendeu positivamente, porque ele mostra um terror um pouco diferente do que estamos acostumados no nosso cotidiano. Não espere que o sobrenatural paire ao longo do filme, porque isso não vai acontecer; não espere cenas assustadoras e músicas com a intenção de dar mais drama a cada cena; ou melhor, não espere nada que normalmente você espera de um terror. Shyamalan traz um longa mais maduro, com fatos plausíveis de acontecer no dia a dia e protagonistas que possuem prudência em seus atos.

Pra ser honesta, eu gostaria de fazer mais algumas considerações sobre o filme, mas eu acho que não seria justo com o leitor, já que seria spoiler. Então a única coisa que eu posso dizer é que vale a pena dar uma chance ao filme.

Gostei da atuação de todos os atores, principalmente dos que fizeram os avós, Deanna Dunagan e Peter McRobbie. O menino Ed Oxenbould também é um show a parte.

O diretor e roteirista do longa é o já falado M. Night Shyamalan, que além dos filmes ditos no segundo parágrafo, ele ainda fez Sinais, Corpo Fechado, A Dama da Água, O Último Mestre do Ar, Fim dos Tempos e Depois da Terra.

A diferença desse longa foi a presença do produtor Jason Blum e do produtor executivo Steven Schneider. Blum possui na bagagem a participação da produção de filmes como Whiplash, O Leitor, Os Infratores e Insidious. Enquanto Schneider participou da produção de Insidious e Insidiuos Chapter 2.

Resumindo, eu acho que vale a pena sim assistir a esse longa, pois eu sinto que a maré de sorte desse diretor está começando a voltar.

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_emptystar_rating_empty

Desejo a todos um bom filme e muita pipoca!!!!

Obs:E se os filmes de terror fossem realistas? Huhauhauhauahuahu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *