Golpe Duplo!

Golpe Duplo (Focus, 2015) conta a história de Nicky (Will Smith) um golpista profissional que acaba conhecendo Jess (Margot Robbie), uma trapaceira amadora. Quando Jess descobre as habilidades de Nicky, ela quer a todo custo ser treinada por ele para tornar seus golpes ainda melhores.

Eu não estava esperando muito desse filme e acabei vendo despretensiosamente. Confesso que ele me surpreendeu e se mostrou um bom longa. As cenas são bem elaboradas e conduzidas, os golpes são incríveis e assustadores (Agora eu só vou andar por ai agarrada com a minha bolsa, eita gente com mão leve!). As viradas dentro do filme são ótimas, sem deixar espaço para cair no lugar comum de tramas com a mesma temática. Você fica desnorteado e acaba sem saber qual o próximo passo que será conduzido, o filme não mostra golpes e sim passes de pura mágica. Só tem um fato que eu não gostei, o final peca pela rapidez e o filme acaba assim, veloz que nem um golpe. Talvez colocar esse final tenha sido a intenção dos diretores, mas, particularmente, achei rápido, confuso e um pouco fraco.

Will Smith estava impecável  no papel de Nicky, ou seja, ele sempre será uma aposta certa se os diretores e o roteiro forem bons.  Quanto a Margot Robbie, ela é uma atriz que eu sinceramente nunca tinha prestado atenção, ela trabalhou na extinta série Pan Am junto com a atriz Christina Ricci, no filme O Lobo de Wall Street e atuará no Esquadrão Suicida como Dra Harlee Frances Quinzel, ou Harley Quinn vulgo Arlequina.

Em relação ao ator Rodrigo Santoro, eu fico feliz em ver seu sucesso internacional, acho que entrar em Hollywood é realmente algo incrível. Ele está em uma lista bem curta de atores brasileiros que atuam em filmes norte americanos, junto com Wagner Moura e Alice Braga, mas diferente desses dois, Santoro ainda não me convenceu muito. Ele só é usado nos filmes como um estereótipo de homem latino bonito e nada mais, em matéria de atuação ele é apenas um acessório dentro dos longas, foi assim nesse filme, no filme Simplesmente Amor, As Panteras, Recém Formada O Golpista do Ano, só em 300 que ele se destacou mais, mas também ele estava dourado. Eu gosto do Rodrigo Santoro e acho que no Brasil ele teve e ainda tem mais espaço para atuar, fico esperando para ver quando Hollywood vai dar um espacinho para ele mostrar o que realmente foi fazer nos States.

Os diretores do longa foram Glenn Ficarra e John Requa, que também já dirigiram o filme Amor a Toda Prova, com Steve Carell, Ryan Gosling e Julianne Moore; e O Golpista do Ano, com  Jim Carrey, Ewan McGregor e Rodrigo Santoro. Ficarra e Requa são bons diretores com um currículo cinematográfico ainda muito curto, mas eu estou gostando muito dos dois e pretendo continuar acompanhando outros filmes que eles façam.

Resumindo, o filme é muito bom. Só o final mesmo que eu achei que pecou na rapidez em que se desenrolou e acabou sendo mais simples do que eu imaginava. Tirando esse pequeno detalhe, vale a pena assistir o longa.

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_emptystar_rating_empty

Desejo a todos um bom filme e muita pipoca!!!!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *