Arquivo para 27 de junho de 2015

No Limite do Amanhã!!

No Limite do Amanhã (Edge of Tomorrow, 2014) conta a história de Bill Cage (Tom Cruise) um militar que precisa lutar para defender a Terra de um ataque alienígena. Ocorre que, ao matar um alienígena alfa, ele acaba adquirindo o poder de voltar no tempo toda a vez que ele morre e a única pessoa que realmente acredita em seu poder é Rita Vrataski (Emily Blunt). Agora os dois precisam lutar lado a lado para impedir que o planeta seja destruído por completo.

Quem tem o costume de jogar video game vai achar o longa bem familiar. Eu já fiquei várias vezes presa em uma fase de jogo (seja God Of War, GTA V ou Donkey Kong) e tive que repetir exaustivamente até conseguir alguma coisa. Bill Cage fica na mesma fase por um bom tempo, até conseguir se acostumar com tudo que está acontecendo a sua volta. As sequências são bem dinâmicas e a história em si é bem interessante, mas peca em algumas coisas, como um final confuso.

O longa é baseado em um mangá chamado “All you Need is Kill” escrito por Hiroshi Sakurazaka. Sinceramente, o mangá deve ser melhor que o filme e eu fiquei bem interessada em procurar por ele.

Tanto Tom Cruise como Emily Blunt são excelentes atores e atuaram muito bem no longa. O filme ainda conta com a presença de Bill Paxton e Brandon Gleeson, embora eles não tenham tido muito espaço para atuar durante a trama.

O diretor do longa é Doug Liman, que também já dirigiu o filme A Identidade Bourne e Sr. e Sra. Smith.  No entanto, Liman possui um currículo muito maior como produtor executivo, trabalhando na série Suits, e nos outros filmes da sequência Bourne.

Resumindo, eu esperava bem mais desse filme, mas ele possui uma dinâmica boa, só o final que eu achei um pouco enrolado e mal explicado. No geral, ele é um bom filme e vale a pena assistir.

Nota: star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_halfstar_rating_emptystar_rating_empty

Desejo a todos um bom filme e muita pipoca!!!!

 

Amor à Segunda Vista!!!!!

Amor à Segunda Vista (Two Weeks Notice, 2002) conta a história de Lucy Kelson (Sandra Bullock) uma advogada de Harvard, uma ativista que busca a todo custo trazer benefícios para a sociedade. Quando Lucy descobre que o histórico centro comunitário da cidade vai fechar para a construção de um novo prédio pela Wade Corporation, ela resolve tentar impedir a demolição indo atrás de George Wade (Hugh Grant), o multimilionário dono da empresa. Ocorre que George faz um acordo com Lucy, se ela trabalhar na Wade Corporation como advogada, ele manterá o centro histórico em pé. Agora Lucy terá que trabalhar em uma empresa multimilionária, ferindo tudo aquilo que ela sempre lutou e acreditou.

Vou ser sincera com vocês, esse é um dos filmes de comédia romântica que eu mais gosto. Eu acho que a Sandra Bullock já fez muitos filmes engraçados atualmente, como As Bem Armadas, ou até mesmo o filme Miss Simpatia, mas nada se assemelha a esse filme em questão. Eu considero esse longa um dos mais engraçados da atriz. Ela faz o papel de uma advogada, daquelas completamente ativistas, que buscam o bem social, que se amarrariam na frente de um prédio ou de uma árvore só para não serem destruídos pelas grandes corporações. Em uma atuação impecável, ela traz uma leveza e uma magia cômica a cada cena.

O papel de Hugh Grant representa tudo aquilo que Lucy mais odeia, um homem rico, que não pensa nos outros e que faz de tudo para alcançar seus objetivos, independente do que esteja em seu caminho. O ator ainda está naquele mesmo nível em que ele trabalhou em Um Lugar Chamado Nothing Hill, um homem educado, respeitável e com uma ar ainda um pouco inocente, bem diferente do charlatão que vemos em O Diário de Bridget Jones. De todo modo, Grant sempre teve esse ar de galã inglês e sempre atuou bem, mas até hoje eu não o classificaria como um grande ator.

O mais engraçado que quem faz a mãe da Lucy é a atriz Dana Ivey, mas eu sempre achei que era a atriz Maggie Smith!!! Eu gosto muito das duas atrizes, por isso até coloquei o link, é só clicar no nome das duas para acessar o site IMDB. Vocês vão dizer que elas não tem nada a ver, mas eu sempre vou achar que as duas são irmãs gêmeas separadas no nascimento por um Oceano!!!! (Tirando o fato que uma nasceu em 1941 e a outra em 1934, mas deixa quieto).

O diretor do longa é Mark Lawrence, que também dirigiu os filmes da sequência Miss Simpatia, Letra e Música e Cadê os Morgans?. Isso só mostra que Lawrence adora trabalhar coma dupla Bullock e Grant.

Resumindo, eu acho esse filme ótimo, super engraçado, divertido, leve, daqueles que você vai adorar assistir embaixo do edredom com uma pipoca ou um chocolate quente!!!!

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_empty

Desejo a todos um excelente filme e muito chocolate quente!!!!!

 

obs: só consegui o trailer em inglês sem legenda.

Sete Vidas

Sete Vidas (Seven Pounds, 2008) conta a história de Ben Thomas (Will Smith) um agente do governo que procura ajudar desconhecidos que possuem problema com o fisco. No entanto, algo aconteceu no passado e esse segredo que ele guarda a sete chaves o atormenta todos os dias de sua vida. Tudo muda quando ele acaba conhecendo Emily Posa (Rosario Dawnson), uma mulher com sérios problemas cardíacos.

Não julgue o filme apenas pela sinopse, esse é um daqueles que quanto menos se revela, menos chance se tem de dar spoiler sem querer. O longa é mais profundo que parece e possui um mistério que você vai vendo se descortinar diante de seus olhos.

Eu resolvi falar desse longa hoje porque ele é um bom drama. Will Smith dá um show de interpretação e eu fico muito feliz em ver sua evolução como ator, desde a época da série Um Maluco no Pedaço. Quem diria que aquele menino orelhudo seria um grande ator, não só trabalhando em comédias, mas mostrando todo o seu talento em dramas como esse.

O longa ainda conta com a presença de Rosario Dawnson e Woody Harrelson. Dawnson tem feito trabalhos bons ultimamente como a série O Demolidor, bem como trabalhou nos filmes da sequência Sin City. Enquanto Harrelson atuou no filme Truque de Mestre, nos filmes da sequência Jogos Vorazes e participou da série True Detective.

O diretor é Gabriele Muccino que também dirigiu o filme À Procura da Felicidade, que por sinal é ótimo também. Muccino nasceu em Roma e por isso possui muitos filmes italianos em seu currículo, mas se ele sempre trabalhou bem assim, então minha curiosidade fica aguçada para ver todos os outros que ele dirigiu.

Resumindo, o filme é bom, possui um tema bem diferente do que vemos nos longas atualmente. Ele te surpreende positivamente e é uma boa pedida nessas noites frias.

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_emptystar_rating_empty

Desejo a todos um bom filme e muita pipoca!!!!

P.s.: Um fato engraçado é que essa foto que eu coloquei no post foi a mesma que eu recortei de uma revista e coloquei no meu caderno de visualizações, e ai eu pensei: “Puxa, como seria bom ter um amor tão bonito como esse do filme”. Nove meses depois que eu colei a bendita foto no meu caderno, eu encontrei o amor da minha vida e estou com ele até hoje. Eu não sei se a foto tem relação, eu não sei se o livro O Segredo funciona, eu só sei que eu descobri quem era a pessoa de quem eu sempre senti falta durante 20 anos da minha vida.

 

 

Kingsman – Serviço Secreto

Kingsman – Serviço Secreto (Kingsman-The Secret Service, 2015) conta a história de Eggsy (Taron Egerton) um adolescente inteligente e promissor, que acaba desperdiçando todo o seu potencial cometendo pequenos delitos. No entanto, seu caminho acaba cruzando com o de Harry (Colin Firth), que o escolhe como candidato para ser um agente secreto da Kingsman. Enquanto Eggsy compete com os outros candidatos, o vilão Valentine (Samuel L. Jackson) está criando uma arma que pode destruir a humanidade.

O que me deixou confusa no filme foi o fato de que ele é mais sério do que eu imaginava. Você encontra uma temática batida, você tem um estereótipo James Bond (espiões ingleses, educados, sedutores e com um aparato de armas diferentes). Então o que eu pensei? Deve ser uma comédia, porque eles devem pegar um tema comum e reforçar os estereótipos, vão fazer uma paródia dos filmes de espionagem, como na Espião que Sabia de Menos com a Melissa McCarthy. Só que não fizeram isso e ai o filme se transformou em mais um longa estilo James Bond, só que fraco o suficiente para não ser levado a sério. O filme é razoável e dá para se distrair, tem cenas engraçadas, mas no geral não é bom o suficiente.

Temos um Colin Firth mais velho. Eu sempre o achei sedutor, desde a época do Diário de Bridget Jones e eu o considero um bom ator, gostei da atuação dele, porque ele conduziu muito bem as cenas de ação. No entanto, Samuel L. Jackson, que é um grande ator, não me convenceu como vilão, é como se tivessem dado um papel muito ruim e limitado para um ator que sabe fazer muito mais.

Michael Caine estava lá no longa, fazendo o seu papel de pedra angular cinematográfica, ele seria o equivalente a Judi Dench dos filmes do 007. Eu o adoro, mas seu papel também não teve nada demais. Assim como o personagem do Mark Strong, que atua melhor do que eu vi nesse filme, prefiro ele como o Lord Blackwood de Sherlock Holmes.

Quanto a Taron Egerton, eu acredito nele como ator, então vamos ver o que o futuro reserva para esse menino.

O diretor do longa é Matthew Vaughn, que já dirigiu também X-Men:Primeira Classe e Stardust:O Mistério da Estrela. Sinceramente, eu adorei o X-Men:Primeira Classe, mas Kingsman não ficou muito bom. Não podemos esperar que alguém acerte sempre, até os grandes diretores tem seus altos e baixos, então o importante é ver as outras obras que Vaughn vai conduzir.

Resumindo, o filme é razoável, atinge o seu propósito, que é distrair, mas só isso. Ele não é isso tudo que a mídia divulgou.

Obs: Uma curiosidade sobre o longa é que, quem faz o papel do professor James Arnold é o Mark Hamill, nosso saudoso Luke Skywalker. Você só percebe que ele estava ali o tempo todo quando passam os créditos.

Nota: star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_emptystar_rating_emptystar_rating_empty

Desejo a todos um bom filme e muita pipoca!!!!

« Postagens Antigas