Simplesmente Acontece!

 

Simplesmente Acontece (Love, Rosie, 2014) tem o Reino Unido como principal ambiente e conta a história de dois amigos inseparáveis, Rosie (Lily Collins) e Alex (Sam Claflin). Eles se conheceram desde pequenos e sempre existiu uma carinho muito grande entre os dois, uma amizade daquelas que você pode contar nos tempos bons e principalmente nas dificuldades da vida. No entanto, Alex consegue uma bolsa para estudar medicina em Harvard nos Estados Unidos e Rosie, que também tinha planos de ir para Boston, vê seus sonhos serem adiados, a obrigando a permanecer no Reino Unido por mais tempo. Aparece um abismo entre os dois que antes não existia, será que eles vão conseguir lidar com essa distância?

O longa mostra um tipo de amizade que nos remete imediatamente a nossa adolescência. Quem nunca teve um amigo ou amiga que era inseparável e que independente do que acontecesse estava sempre lá do nosso lado? Só que às vezes parece que é inevitável, porque o amor acaba surgindo e esse pode ser recíproco ou não. E é nesse exato momento que nos pegamos pensando no outro direto, que precisamos refletir com cuidado e analisar se arriscamos a amizade em nome do amor ou se esquecemos dela em nome da amizade. Eu sou a favor de sempre que possível expor os seus sentimentos, porque eu sempre tive medo de perder as oportunidades que a vida traz, já pensou perder o amor da sua vida ou atrasar o começo de um lindo romance porque você ficou com medo? É doloroso demais.

O longa expõe um romance leve, situações cômicas e um drama que pode te fazer chorar em alguns momentos, pelo menos eu quase chorei (sou uma manteiga derretida). Como elenco temos a presença de Lily Collins, filha do cantor Phil Collins,  que está cada vez mais se destacando no meio cinematográfico. Eu a considero uma linda atriz, atua bem e é simpática. Nesse filme ela atuou bem, mas determinadas situações exigiam dela uma maturidade que ela não possuía. No entanto, a atuação de Sam Claflin foi melhor e mais honesta. Eu achei que a atuação dele foi impecável, pois ele conseguiu mostrar a passagem de tempo em sua vida, diferenciando o adolescente do adulto e ele conseguia apenas com o olhar demonstrar tudo que estava sentindo deixando as cenas mais reais. Sinceramente, eu nunca tinha ouvido falar nesse ator, mas pesquisando eu vi que ele já atuou no filme Branca de Neve e o Caçador e em dois filmes da sequência Jogos Vorazes.

O diretor do longa é Christian Ditter que possui um currículo cinematográfico relativamente curto e seu trabalho como diretor foi bem mais marcante no cinema alemão, mas se ele continuar dirigindo desse jeito, vai ganhar cada vez mais fãs.

Como curiosidade o filme é baseado em um livro chamado Where Rainbows End (Onde Terminam os Arco-Iris ) de Cecilia Ahern, que também é autora do livro que deu origem ao filme P.s.: Eu te amo.

Resumindo, o filme é bom, é um romance lindo e se você for uma romântica incorrigível vai adorar.

Desejo a todos um bom filme e muita pipoca!!!!!

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_emptystar_rating_empty

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *