O Nevoeiro

O filme O Nevoeiro (The Mist, 2007) conta a história de David Drayton (Thomas Jane) e seu filho Billy (Nathan Gamble). Após uma grande tempestade, os dois vão ao supermercado da cidade para comprar alguns suprimentos, no entanto, um nevoeiro extremamente espesso toma conta de toda a cidade e eles ficam presos lá com outros habitantes da região. Quem se arriscou a sair acabou morrendo. Como eles vão enfrentar essa ameaça?

Esse domingo passado pedia um filme de terror, então eu resolvi ligar o PS3 e procurar algo no Netflix. Meu marido disse que viria qualquer filme que eu escolhesse, mas como eu sou indecisa fiquei quase uma hora vasculhando os milhares de filmes que existiam lá. Dei duas opções e ele acabou escolhendo o filme em questão. No começo do longa eu fiquei com uma vontade louca de mudar para a segunda opção, porque nada parecia muito promissor. Eu sabia que era baseado em um livro do Stephen King, mas estava em dúvida se isso era o suficiente para me prender no sofá.

No final das contas, eu gostei do filme. Ele trata daquele fator básico de sobrevivência. O que acontece quando um grupo se vê em uma situação tão extrema quanto essa? Como vão reagir, como vão se comportar e será que estarão dispostos a ir ao extremo com objetivo de se salvar?

O longa conta com a surpreendente presença de alguns atores que eu nem fazia ideia de que estavam no elenco. Thomas Jane fazia aquela série chamada Hung, além de ter feito O Apanhador de Sonhos, Tudo pra Ficar com ele e Pecado Original. Toby Jones fez a sequência de filmes do Capitão América, dois da sequência de Jogos Vorazes e O Espião que Sabia Demais. Talvez você não lembre de nomes como Jeffrey DeMunn, Laurie Holden e Melissa Suzanne McBride, mas quem sabe você os  conheça como Dale, Andrea e Carol, sim meus caros, esses três atores fizeram ou ainda fazem a série The Walking Dead. Andre Braugher faz a série Brooklyn Nine-Nine. E Marcia Gay Harden já fez inúmeros filmes como O Sorriso de Monalisa. De todos os atores do filme O Nevoeiro, esta última foi a que teve a melhor atuação.

O diretor do longa é Frank Darabont que também fez À Espera de um Milagre e Sonho de Liberdade, bem como participa da produção da série The Walking Dead.

Resumindo, embora a atuação do elenco tenha sido um pouco fraca,  o filme é razoável, tem uma trama boa e me deixou muito nervosa e angustiada, ou seja, ele cumpriu com o propósito de distrair.

Desejo a todos um bom filme e boa pipoca.

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_emptystar_rating_emptystar_rating_empty

Obs: Trailer em inglês, sem legenda.

3 comentários

  1. dja disse:

    É lindona também vi esse filme gostei só um pouco, não sou muito chegada a filme de terror, apesar de um dia desse ter começado a ver “Livrai-nos do mal ” pretendo terminar de ver, que tal dar uma olhada e me dizer o que achou.
    bjos em vc e no Branco.

  2. Tati Vieira disse:

    Eu sou muito medrosa em matéria de filme de terror, mas de vez em quando eu gosto de ver. O nevoeiro é um filme de terror fraco, mas eu gostei da história. O filme “livrai-nos do mal” eu ainda não vi, assim que assistir eu posto aqui no blog. Obrigada pela dica! Um beijo pra você, o Diogo mandou um beijo também.

  3. […] do King, agora eu o vejo em todos os lugares! I see Stephen King, All the time!!!! (Leia sobre O Nevoeiro, Instinto Secreto e Um Sonho de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *