Muito Bem Acompanhada!

Muito Bem Acompanhada (The Wedding Date, 2004) conta a história de Kat Ellis (Debra Messing), que precisa ir ao casamento de sua irmã mais nova Amy (Amy Adams), no entanto seu ex noivo estará lá. Sendo assim, Kat resolve contratar Nick Mercer (Dermont Mulroney) como seu acompanhante, seu objetivo principal é mostrar para o ex noivo tudo que ele perdeu e tentar a todo custo reconquistá-lo.

O filme é bem engraçado porque Nick na verdade é um acompanhante mesmo, ou seja, ele ganha dinheiro fazendo isso. No entanto, Kat não vê Nick com um amante e sim como um aliado para conseguir seu principal objetivo, ou seja, reconquistar seu ex noivo, pois mesmo após alguns anos, ela ainda não conseguiu esquecê-lo.

Nick é extremamente sensual e atraente, fazendo uso desse artifício para encantar todos a sua volta. No entanto, ele é muito mais do que aparência, ele também é bem carismático. Kat conseguiu desfilar por ai com o homem mais encantador que ela conseguiu arranjar.

Eu lembro bem da atriz Debra Messing na série Will and Grace, eu gostava da série e ela ainda passa pela manhã no canal Sony. Embora tenha visto outros filmes em que Debra faz uma pequena ponta, eu nunca achei ela uma boa atriz. Nesse filme ela acaba com minhas dúvidas e mostra que sua veia cômica pode ultrapassar as barreiras das séries e extravasar para os filmes. Não tem como não se identificar com sua personagem, ela interpreta aquela mulher que existe dentro de todas nós, aquela mulher romântica que nunca esqueceu o homem de sua vida e que pretende realizar as ideias mais mirabolantes para reconquistá-lo. Não tem como não dar boas risadas com as cenas que ela faz.

Dermot Mulroney, eu o considero um ator mediano demais, porque a única coisa que chama a atenção é o seu porte e sua beleza. Sinceramente, eu nunca o achei bonito, mas ele possui um charme que atrai e é por isso que ele é colocado em alguns papéis, como no filme O Casamento do Meu Melhor Amigo. Eu não acho que ele tem muita competência para conduzir um filme como ator principal, porque ele não interpreta muito bem, nada que vai além de sua aparência fica muito bom. Ele consegue atuar dentro daquilo que se espera dele e nada mais.

Amy Adams estava novinha fazendo o papel da irmã caçula e mimada de Kat. A atriz ainda estava no começo da carreira e seus personagens ainda não possuíam tanto peso como nos filmes atuais que ela tem interpretado. É engraçado ver a evolução de um ator, porque Amy Adams nesse filme está ainda longe da mulher que encontramos hoje em dia nas telas de cinema.

A diretora do longa é Clare Kilner, que possui um histórico cinematográfico bem curtinho. O outro filme que eu vi dela foi Um Novo Amor, que não me agradou muito, mas talvez ela ainda não tenha tido a oportunidade de mostrar todo o seu potencial na telona, vamos ver se os filmes futuros que ela dirigir farão mais sucesso.

Resumindo, Muito Bem Acompanhada vale a pena sim, é uma comédia romântica engraçada, que pede um balde de pipoca e um refrigerante mega para acompanhar. É claro que esse não é o melhor filme de comédia romântica de todos os tempos, mas é um bom filme para assistir no final de semana.

Desejo a todos um bom filme e muita pipoca! Bom final de semana pessoal!

Nota: star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_halfstar_rating_emptystar_rating_empty

Obs: Só consegui achar o trailer em inglês e sem legenda.

2 comentários

  1. dja disse:

    Como eu gosto muito de comedia romântica, tenho esse na minha lista, no minimo Branco vai dizer que depois de todas Sabrinas que li, esse filme é a minha cara.

  2. Tati Vieira disse:

    Huahuahuauahua não tem isso não, eu amo comédias românticas também! Quando é algum romance meloso eu choro a toa! Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *