Tempo de Matar!!!!

Tempo de Matar (A Time to Kill, 1996) é uma história que se passa no Mississipi, quando dois homens brancos resolvem estuprar uma menina negra de 10 anos. Quando o crime vem a tona, os dois são presos, mas o pai da menina, Carl Lee Hailey (Samuel L. Jackson), com medo que a justiça falhe e querendo se vingar, mata os dois dentro do tribunal. O fato causa grande repercussão na mídia, alguns defendem que Carl deve ser condenado a morte e outros defendem sua inocência, cabe ao seu advogado, Jake Tyler Brigance (Matthew McConaughey), defendê-lo.

Esse longa tem 19 anos e eu ainda não o tinha visto, foi a madrinha do meu marido que me indicou e com muito gosto acabamos vendo. O filme conta com um time de atores que é difícil ver atualmente. Samuel J. Jackson, Matthew McConaughey, Sandra Bullock, Kevin Space, Donald Sutherland, Kiefer Sutherland e Ashley Judd. Ou seja, eu não sei como um filme desse conseguiu passar desapercebido por tantos anos.

A maioria dos atores atuaram muito bem, apenas Bullock e Judd que não ganharam grande destaque, mas ainda era o inicio da carreira das duas. O foco da trama era para o grande Samuel L. Jackson e para Matthew McConaughey, que ainda era bem novo nas telinhas, mas desde cedo já mostrava para o que veio.

O filme é baseado no livro homônimo de John Grisham, um escritor extremamente conceituado que possui uma série de livros famosos que, em sua maioria, tratam de situações jurídicas.O Dossiê Pelicano, O Cliente, O Júri, A Firma, O Homem que fazia Chover e O Negociador são exemplos de livros de Grisham que viraram filme e fizeram muito sucesso.

O diretor do Longa é Joel Schumacher, que já fez muitos outros filmes interessantes como 8mm – Oito Milímetros, Um Dia de Fúria, O Fantasma da Ópera, Por um Fio, Batman & Robin, Batman Eternamente, Número 23, Ninguém é Perfeito e Tudo por Amor. E olha que esses filmes são apenas exemplos, pois ele tem um currículo invejável. O que me impressionou em Schumacher é a diversidade de longas que ele dirigiu, pois ele prova que consegue se reinventar e trazer ao público uma nova experiência cinematográfica sem precisar criar um estilo próprio.

Resumindo, o filme é muito bom e prende do início ao fim. Se você gosta de filmes que envolvam essa temática de tribunal eu aconselho a procurar aqueles baseados nos livros de John Grisham, pois são ótimos.

Desejo a todos um bom filme e boa pipoca!!!!

Nota:star_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_fullstar_rating_empty

 Obs: Trailer em Inglês e sem legenda.

2 comentários

  1. dja disse:

    Sabia que vcs iam gostar lindona, é um filme que já tem um tempo, mas é muito … muito bom.bjos

  2. Tati Vieira disse:

    Nós gostamos muito do filme!!!Obrigada pela dica!!!!Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *